Nossos alunos não são nativos digitais, são expertos rotineiros

Um estudo feito na Espanha pela Universidade de Extremadura, sobre as possibilidades de uso dos blogs nas escolas, mostrou as vantagens e motivos pelos quais os docentes utilizam essa ferramenta nas aulas: aumento da motivação, do respeito pelos outros, do aprender a aprender, o fato de expor o trabalho para o mundo exterior que faz mudar o comportamento dos alunos, são alguns dos motivos para seu uso, mas também foi revelado o desconhecimento dos alunos sobre as possibilidades da Internet e da web 2.0, que não vão além de ficar conectados permanentemente com familiares e amigos.

O pesquisador principal desse estudo, Santiago Manuel Vicente, resume da seguinte forma esse aspecto “nossos alunos não são nativos digitais, são expertos rotineiros, pois apenas sabem das ferramentas que utilizam, sendo esse uso quase que exclusivamente para lazer”.

Isto último é algo que já alguns estudiosos vinham constatando. Em termos de rotinas de navegação sem dúvidas existe um paradoxo, pois quanto maior é a facilidade que temos para fazer o que queremos na Internet, mais tendência existe para fazer sempre a mesma coisa.

E qual pode ser o papel da escola em tudo isso? Acredito que a escola continua sendo tão importante quanto antes, e agora até na própria alfabetização nas coisas que tenham que ver com as TIC e as informações obtidas no mundo virtual. Devemos deixar de lado o receio de não utilizar as ferramentas tecnológicas achando que os alunos nos superam em habilidades no seu uso e pensar que eles estão melhor preparados e já sabem tudo. Não é bem assim, não. Preparar para a vida não é apenas conversar e assistir vídeos de Youtube.

Fonte: Ver “El blog, una buena herramienta para motivar las enseñanzas impartidas en el aula”
http://www.unex.es/organizacion/servicios/comunicacion/archivo/2011/julio-de-2011/6-de-julio-de-2011/el-blog-una-buena-herramienta-para-motivar-las-ensenanzas-impartidas-en-el-aula

3 Responses to “Nossos alunos não são nativos digitais, são expertos rotineiros”


  1. 1 Paulo Góes 03/08/2011 às 9:51 pm

    “Do aprender a aprender,” mas a que preço? É verdade a facilidade com os mecanismos digitais mas, e o conteúdo? Dá prá confiar na “expontaneidade” dos alunos, com trabalhos para ” mostrar ao mundo exterior” sem a lmitação, ou orientação, dos professôres???Fico apreensivo!

  2. 2 Gonzalo Abio 25/08/2011 às 4:42 pm

    Olá, Paulo,
    Depende do professor sugerir sabiamente atividades e desafios de acordo com as possibilidades que seus alunos tenham na escola e fora dela. Fazer “pesquisa” abertamemente, apenas significa conferir se o aluno sabe procurar alguma coisa na Internet. É mais ou menos como pedir que leiam em voz alta para saber se sabe ler. Apenas isso. Não significa que o texto ou a pesquisa é aproveitada. Você lembra do WebQuest? Pode ser uma alternativa para o copia e cola. O que eu quiz fazer com a reflexão a partir desse resultado de pesquisa da noticia foi comentar que a facilidade que brinda a Internet é paradoxal e que por isso a escola, professores e práticas pedagógicas adequadas são agora até mais importantes que antes, pois o desafio é ainda maior.

  3. 3 Gonzalo Abio 31/08/2011 às 3:05 pm

    O mehor trabalho acadêmico (em espanhol) que conheço que tenta saber mais sobre os os chamados nativos digitais é este:
    “Mitos, realidades y preguntas de investigación sobre los ‘nativos digitales’: una revisión”, de autoria de Fabiola Cabra Torres e Gloria Patricia Marciales Vivas (2009)
    http://revistas.javeriana.edu.co/index.php/revPsycho/article/view/476


Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Escreva seu e-mail para assinar este blog e saber sobre o envio de novos comentários neste blog.

Junte-se a 88 outros seguidores

Arquivos do blog


%d blogueiros gostam disto: