Archive for the 'publicações' Category

Tecnologias digitais no ensino de línguas (The ESPecialist, v. 38, n. 1, 2017)

the_especialist_v38_n1_2017

Muitos artigos interessantes neste número da revista The ESPecialist (v. 38, n. 1, 2017) dedicado às tecnologias digitais no ensino de línguas.  Veja aqui.

Anúncios

Atas do ticEDUCA2016

ticeduca2016

No livro de Atas do IV Congresso Internacional TIC e Educação 2016 “Tecnologias digitais e a escola do futuro”, organizado pelo Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, 2016 aparecem vários trabalhos interessantes sobre ensino de línguas.

Alguns deles são:

BERGMANN, Juliana Cristina Faggion; CESCO, Andréa. TDICs em sala de aula de línguas estrangeiras: o desafio da apropriação por professores em formação inicial. In: Atas do IV Congresso Internacional TIC e Educação 2016 “Tecnologias digitais e a escola do futuro”, Lisboa, Portugal, 8 a 10 de Setembro de 2016. Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, 2016, p.1425- 1434.

GOMES, Conceição Malhó. Ensinar e aprender inglês: comunidades virtuais de aprendizagem, a plataforma educativa Edmodo e Mobile Learning. In: Atas do IV Congresso Internacional TIC e Educação 2016 “Tecnologias digitais e a escola do futuro”, Lisboa, Portugal, 8 a 10 de Setembro de 2016. Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, 2016, p. 1785-1794.

TAVARES, Enio Luiz Costa; MELO FILHO, Ivanildo José de; SEIXAS, Luma da Rocha. Contribuições da semiótica para a linguagem dos aplicativos na aprendizagem com mobilidade em aulas de inglês. In: Atas do IV Congresso Internacional TIC e Educação 2016 “Tecnologias digitais e a escola do futuro”, Lisboa, Portugal, 8 a 10 de Setembro de 2016. Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, 2016, p. 2082-2095.

referência

Atas do IV Congresso Internacional TIC e Educação 2016 “Tecnologias digitais e a escola do futuro”, Lisboa, Portugal, 8 a 10 de Setembro de 2016. Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, 2016. https://cld.pt/dl/download/4946f38f-3b8c-425a-99bd-d214e13ade1f/Livro_Atas.pdf

dossier “Tecnologías y Segundas Lenguas”. Revista Comunicar, n. 50

A primeira sugestão de leituras para 2017!!
dossier “Tecnología y Segundas Lenguas”. Revista Comunicar, XXV, n. 50, 1º trimestre, 1 enero 2017.

comunicar_50_2017_tecnologia_aprendizaje_segundas_lenguas
http://www.revistacomunicar.com/index.php?contenido=revista&numero=50

Número da revista Ilha do Desterro dedicado às tecnologias no ensino de línguas estrangeiras

O número 66 da revista Ilha do Desterro (2014)  está dedicado integralmente ao tema do uso das tecnologias no ensino de línguas estrangeiras, principalmente da língua inglesa.

Simplesmente imperdível!

Novo número da revista Texto Livre. Linguagem e Tecnologia

capa-texto-livre-7-2-2014

Foi publicado mais um número da revista Texto Livre. Linguagem e Tecnologia (volume 7, número 2, de 2014).

Nele aparecem, entre outros textos também muito interessantes, dois artigos dedicados ao ensino da língua espanhola com tecnologias.

No primeiro, intitulado “Ensino de língua espanhola mediado pelas novas tecnologias: da sala de aula ao Facebook“, sua autora,  Elaine Teixeira da Silva,  tece algumas reflexões e experiências obtidas no trabalho com um blog e com um grupo na rede social virtual Facebook.

No segundo texto, “Letramentos digitais e uma sequência didática para o ensino de espanhol“, Elizabeth Guzzo de Almeida e Renata de Souza Lima nos mostram uma Sequência Didática para trabalhar o desenvolvimento da produção escrita colaborativa em língua espanhola e a reflexão crítica sobre o uso das TIC nesse processo.

Veja o último número da revista Texto Livre aqui.

Novos textos sobre tecnologia e ensino de línguas na revista Diálogo das Letras

dialogo-das-letras-logo

No último número da revista Diálogo das Letras (v.3, n. 1, 2014) (UERN) aparecem três artigos dedicados ao tema das tecnologias para ensino-aprendizagem de línguas.

Estes são os artigos de nosso interesse com seus resumos correspondentes:

BELÉM,  Breno de Campos. O blog como ferramenta pedagógica no ensino de produção escrita em língua inglesa no PARFOR. Diálogo das Letras,  v. 3, n. 1, 2014.

Este estudo é um relato de experiência de uma pesquisa-ação que objetiva analisar o uso de um blog como ferramenta fomentadora da motivação e da colaboração direcionadas para a produção escrita dos alunos de licenciatura em língua inglesa do Plano Nacional de Formação Docente (PARFOR) na aprendizagem de língua inglesa. O estudo foi realizado durante a disciplina de língua inglesa II em caráter intensivo com 22 alunos no município de Breves-PA. Na ocasião, as atividades de produção escrita foram realizadas no laboratório de informática da escola de ensino fundamental e médio Emerentina em que as aulas eram realizadas, mas os alunos poderiam realizar as atividades com internet em seus telefones móveis e internet pessoal, caso possuíssem acesso. Os resultados apontam para a satisfação e a motivação real dos alunos ao realizarem as atividades no blog. Os alunos também puderam tirar vantagem das atividades previamente postadas pelos outros mais habilidosos tanto na produção escrita, quanto no manejo da tecnologia.
http://periodicos.uern.br/index.php/dialogodasletras/article/download/1111/617

RODRIGUES, Jessica Tomimitsu; MOTTER, Rose Maria Belim. Brave new world: literatura e tecnologias digitais no ensino de língua inglesa. Diálogo das Letras,  v. 3, n. 1, 2014.

O presente trabalho propõe refletir sobre a validade e eficiência de uma proposta pedagógica para o ensino de língua inglesa em salas de aulas regulares que une a Literatura e as Tecnologias Digitais. Em concomitância com a análise, discorre-se a respeito do papel do texto literário no desenvolvimento humano (LIMA, 2009), a proposta da Literatura na sala de aula (BORDINI; AGUIAR, 1993 e KLEIMAN, 1996), o ciberespaço e sua relação com a literatura (MURRAY, 2003) e uma proposta literária-cibernética para o ensino-aprendizagem de língua inglesa (BRENNER, 2014 e CHINNERY, 2014) para os chamados nativos digitais (PRENSKY, 2001). Analisar-se-á, também, o status do inglês como língua internacional, intrinsecamente ligado às relações de poder, políticas, econômicas e também identitárias; refletindo, portanto, nas propostas de ensino-aprendizagem para domínio fluente do idioma. Nesse sentido, a obra que intitula o trabalho, livro de excelência de Aldous Huxley e também versos shakespearianos, Brave New World, propõe um rompimento com as barreiras impostas bem como um incentivo à mudança, inovadora com as tecnologias e emancipadora com a literatura, na prática pedagógica de ensino de língua inglesa.
http://periodicos.uern.br/index.php/dialogodasletras/article/download/1112/618

BATISTA, Antônia Elly Vanessa Moura; NETO, José Rodrigues de Mesquita. Site Centro Virtual Cervantes: uma análise metodológica de suas atividades. Diálogo das Letras,  v. 3, n. 1, 2014.     

Como sabemos vivemos num mundo mediado pela tecnologia, essa ferramenta propiciou uma verdadeira evolução no cotidiano das pessoas e principalmente dos docentes e dos alunos que estão constantemente utilizando-a no processo de ensino aprendizagem. Em virtude disso este trabalho tem como objetivo analisar propostas de atividades didáticas no site centro virtual Cervantes e qual o tratamento metodológico dado a estas, bem como verificar se o site traz atividades que estimulem o letramento digital nos usuários. Através de uma pesquisa interpretativista com abordagem qualitativa analisamos quatro atividades do site e usamos como aporte teórico autores como: Araújo (2007), Mortatti (2004), Ribeiro (2006), Buzato (2003) entre outros. Para nossa análise utilizamos dois critérios: verificar se as propostas de atividades didáticas trazidas pelo site contribuem para desenvolver as práticas de letramento digital e, o segundo critério, investigar também que habilidades linguísticas, comunicativas e tecnológicas são exigidas dos usuários para desenvolver as atividades propostas pelo site. Dessa forma constatamos que as atividades do site abordam o fenômeno do letramento digital (prática de enviar e-mail, navegar em ambientes virtuais e páginas WEB), e que contribuem muito para letrar os alunos – usuários no ambiente virtual tendo em vista que hoje o mundo está cada vez mais digital.

http://periodicos.uern.br/index.php/dialogodasletras/article/download/1113/619

As três referências foram acrescentadas à biblioteca deste blog.

O início dos cursos de espanhol online no Brasil?

Sabemos que o inglês sempre esteve na frente do espanhol quando olhamos para as datas apresentadas em alguns documentos que reúnem as experiências sobre ensino da língua inglesa utilizando a Internet no Brasil, por exemplo em Paiva (2008?) e Pereira (2008), mas independentemente disso, na tentativa de organizar um pouco a história das experiências com o espanhol estive procurando em algumas fontes de informação antigas e encontrei esta joia de um curso feito na internet entre 1999 e 2000 com alunos de uma escola do sul do país.

Trata-se de um texto produzido pela professora e pesquisadora Valesca Irala, que naquela época era ainda aluna do último ano da carreira de letras. Nele relata parte dessa experiência de preparar um curso organizado em dez lições que foi construído colocando em prática seus conhecimentos de html.

irala_curso_1999

O texto do trabalho foi tomado do CD-ROM Tela 1 (2000) e como é de difícil obtenção, foi colocado na seção de artigos na biblioteca deste blog. A imagem do curso é de uma apresentação que a professora Valesca fez em 2010. Vale muito a pena ver também a monografia resultante em que são mostrados mais detalhes desse curso.

Aqui está o texto inicial do ano 2000  e a monografia de 2002:

IRALA,  Valesca Brasil. Alunos do Ensino Fundamental aprendem espanhol na internet. Trabalho apresentado no II Encontro Nacional sobre Política de Ensino de Línguas Estrangeiras. Pelotas, 4-6 de setembro de 2000. In:LEFFA, V. J. (Compilador) TELA (Textos em Linguística Aplicada) [CD-ROM]. Pelotas:Educat, 2000. https://ensinodelinguascomtic.files.wordpress.com/2012/09/irala_2000.pdf

IRALA,  Valesca Brasil. O uso da Internet na otimização da aprendizagem de E/LE. Monografia defendida na Universidade da Região da Campanha, Bagé, RS. 2002. https://ensinodelinguascomtic.files.wordpress.com/2012/09/irala_2002_monografia.pdf

 


Escreva seu e-mail para assinar este blog e saber sobre o envio de novos comentários neste blog.

Junte-se a 98 outros seguidores

Arquivos do blog