Posts Tagged 'orkut'

Trabalho de mestrado defende que Orkut pode ser usado como plataforma para fins educacionais

Organizar uma festa de despedida, anunciar a venda de um objeto, compartilhar vídeos e textos são atividades comuns entre participantes de redes sociais. Mas um grupo de estudantes brasileiros viveu recentemente a experiência de fazer tudo isso usando a língua inglesa – e essa experiência mostrou que redes como o Orkut, projetadas sem pretensões pedagógicas, podem ser boas ferramentas para ensino do idioma.

A conclusão é da professora Helen de Oliveira Faria, que defendeu dissertação de mestrado sobre o tema, na última semana de agosto, junto ao programa de pós-graduação em Estudos Linguísticos, da Faculdade de Letras (Fale) da UFMG. A pesquisadora constatou que o ambiente do Orkut propicia o trabalho colaborativo e, “se bem explorado pedagogicamente, pode oferecer inúmeras oportunidades de aprendizagem”.

Ao compará-lo a plataformas criadas com o objetivo de organizar e prover acesso a serviços educacionais on-line, a pesquisa revela que todos têm potencialidades e limitações. “O fundamental é que o ambiente adotado esteja de acordo com os objetivos do professor e com as necessidades dos aprendizes de um determinado contexto instrucional”, continua Helen Faria.

“O trabalho mostra que a escola não pode ignorar os novos letramentos, isto é, as novas práticas sociais da linguagem”, afirma a orientadora da dissertação, Vera Lúcia Menezes de Oliveira e Paiva. Segundo ela, as atividades escolares devem incorporar os diversos ambientes por onde transitam os alunos, “que não lidam apenas com livros e revistas, mas interagem com outras ferramentas, incluindo aquelas que foram criadas sem fins pedagógicos, como blogs, chats e redes sociais”.

Rede ampliada
A pesquisa surgiu a partir da experiência realizada por professores de graduação em Letras da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), da qual Helen Faria participou inicialmente como aluna. Com o intuito de verificar as possibilidades didático-pedagógicas oferecidas pelo Orkut para o ensino de línguas ela ministrou na mesma instituição, com a professora Liliane Assis Sade Resende, disciplina on-line baseada em tarefas comunicativas exclusivamente na língua inglesa.

Inseridos na comunidade virtual Interaction through the Internet, criada especialmente para a disciplina, os aprendizes cumpriam atividades semanais postadas pela professora, que incluíam visitas a outras comunidades, redação, publicação e avaliação de resenhas de filmes, anúncios, convites e vídeos. “Constatamos que a condução de disciplinas mediadas pelo Orkut pode ser fator motivador da aprendizagem, uma vez que os estudantes já têm familiaridade com as funcionalidades do ambiente e também devido à possibilidade de interação com falantes da língua inglesa”, afirma a pesquisadora, que cita em seu trabalho os termos “nativos digitais” e “imigrantes digitais”, propostos por Marc Prensky.

O primeiro conceito faz analogia a indivíduos que pertencem desde o nascimento a determinado contexto sociocultural, enquanto o segundo refere-se àqueles que devem se adaptar ao novo ambiente. Helen Faria acrescenta a esses o de “quase-nativos digitais”, para designar pessoas que não cresceram cercadas pelas novas tecnologias, “mas tiveram contato com elas o suficiente e em uma idade de desenvolvimento cognitivo que propiciou a internalização das habilidades necessárias para acompanhar e dominar as constantes atualizações dos artefatos na área”.

Tais conceitos explicam a grande aceitação do ensino por meio das plataformas virtuais e a vantagem desse método sobre outras ferramentas, pois o fato de o usuário dominar o ambiente reduz problemas técnicos e o tempo gasto com treinamentos. “É mais fácil estudar em uma plataforma atrativa e com a qual se tem familiaridade”, comenta Helen Faria.

Dissertação: Socializando e aprendendo: a incorporação da rede social Orkut ao ensino de língua inglesa
Autora: Helen de Oliveira Faria
Orientadora: Vera Lucia Menezes de Oliveira e Paiva
Co-orientadora: Júnia de Carvalho Fidélis Braga
Programa: Pós-graduação em estudos Linguísticos da Fale
Defesa: 30 de agosto de 2010
(Boletim UFMG, edição 1709, 9 de setembro de 2010)
http://www.ufmg.br/online/arquivos/016651.shtml


Escreva seu e-mail para assinar este blog e saber sobre o envio de novos comentários neste blog.

Junte-se a 96 outros seguidores

Arquivos do blog